Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Capela Nossa Senhora da Graça

Rua dos Canteiros | Tires

É, hoje, praticamente impossível estabelecer com rigor a data da construção da capela que se encontra implantada na actual Praça Fernando Lopes Graça, em Tires. Não obstante, o estilo barroco do monumento indica que este terá sido erigido entre o final do século XVI e meados do século XVIII.

De linhas simples, o templo apresenta uma torre sineira, profusamente decorada com volutas, onde o sino assume o papel central.

Para além da cruz trabalhada em ferro que coroa a fachada principal, importa referir a beleza da porta, com as suas aduelas e verga enriquecidas com motivos geométricos gravados a escopro ou cinzel. Uma cornija saliente separa-a da janela que, à semelhança da torre sineira, também se encontra ornamentada com espirais.

Ao que consta, a capela teve, inicialmente, o nome de Nossa Senhora das Graças por força das benesses que a Virgem teria concedido, em 1362, aos pescadores de Cascais. Reza a história que os homens do mar, ao recolherem as redes repletas de peixe, encontraram, na parte de fora do emalhado, uma imagem da santa. O nome teria sido naturalmente simplificado pela oralidade do povo para Nossa Senhora da Graça.

Face ao crescimento demográfico verificado na localidade, o pequeno templo deixou de ter capacidade para acolher todos os fiéis, levando à edificação de uma nova igreja que, inaugurada em 1982, guarda actualmente a imagem da padroeira de Tires. Presentemente, a capela é apenas utilizada como câmara ardente. 

"(...) A porta dá acesso directo à capela, sendo o tecto de madeira. Do lado esquerdo existe um pequeno púlpito. 

A capela é separada do restante corpo por um arco de volta perfeito. Por cima da entrada há um pequeno varadim de madeira. 

Segundo nos relataram, em determinada altura, a proprietária dos terrenos e habitações que circundam a capela e, por consequência, proprietária também, ao que se julgava, da Capela de Nossa Senhora da Graça, quis transferi-la para uma propriedade que possuia em Rana. 

E quando já se precipitava a demolição, o povo opôs-se tenazmente a tal desiderato e o templo ficou.(...)"

TEIXEIRA, Carlos A; CARDOSO, Guilherme; MIRANDA, Jorge - Registo Fotográfico da Freguesia de S. Domingos de Rana e Alguns Apontamentos Histórico-Administrativos, Cascais: Associação Cultural de Cascais, 2003, p. 251-252

 

Entre em contacto connosco

Rua D. Duarte de Menezes, 12
2785-582 S. Domingos de Rana

  214 549 190
  926 268 206

Horário da Sede: Segunda a Sexta, das 9h00 às 18h00