Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Torreão de Mina de Água e aqueduto

Rua Marquês de Pombal, Rua de Santo António e Rua da Mina | Arneiro

Património histórico votado ao esquecimento

"(...) Rumámos à Mina, bairro de génese ilegal, assim baptizado graças à nascente de água ali existente. O propósito desta visita prendia-se com o Torreão, cuja construção remonta aos tempos do Marquês de Pombal com a finalidade de alimentar a sua quinta, actualmente a Estação Agronómica Nacional.

(...) Resistindo à passagem do tempo, que apenas esbateu as pinturas que se adivinham ter embelezado o tecto, esta edificação apresenta um bom estado de conservação.

Guiados por Carlos Alberto Pais, entrámos no Torreão. A iluminação resume-se à luz que provém da porta e das pequenas janelas no tecto. À nossa frente, um espaço reduzido, semelhante a uma varanda, possibilitou a observação do caudal. Degraus estreitos de uma escadaria íngreme, em espiral, permitiram-nos chegar ao fundo, onde a água cristalina brota ininterruptamente da nascente.

(...) Do Torreão, a conduta de água continua pela Rua Marquês de Pombal, onde pudemos observar um respiradouro que passa quase despercebido por se encontrar rodeado de casas. De seguida, ruma à Estação Agronómica Nacional e, daí, parte para o mar.

Em 1978, a edilidade cascalense aproveitou este imenso caudal de água, desviando uma pequena parte do mesmo, para alimentar o chafariz que mandou edificar no centro do Bairro da Mina. Quando se verificam faltas de água, são muitas as pessoas que se deslocam ao local a fim de se abastecer. Tirando a utilização do chafariz, a água não é utilizada para outro fim, acabando por ser desperdiçada.(...)"

"Património histórico votado ao esquecimento", "Notícias da Freguesia" n.º 21 de Novembro e Dezembro 2000, S. Domingos de Rana, p.11

Entre em contacto connosco

Rua D. Duarte de Menezes, 12
2785-582 S. Domingos de Rana

  214 549 190
  926 268 206

Horário da Sede: Segunda a Sexta, das 9h00 às 18h00